Todos os dias a cidade tem novidades. Sonhos e acções que devem ser contados. Um serviço para Sapo.pt
05 de Agosto de 2008

Depois do acordo assinado no passado sábado (26 de Julho) entre a empresa brasileira Embraer e o governo português para a instalação de duas fábricas em Évora, foram celebrados esta segunda-feira, no Salão Nobre dos Paços do Concelho os contratos relativos à cedência de terrenos entre a Embraer e a Câmara Municipal de Évora. 

Numa cerimónia presidida pela ministro da Defesa Nacional, Nuno Severiano Teixeira, e em que também participou o coordenador do Plano Tecnológico, Carlos Zorrinho, o Presidente da autarquia eborense, José Ernesto D’Oliveira, considerou que a instalação destas duas unidades fabris terá “um efeito multiplicador na nossa economia e na afirmação de Évora Como Cidade do Conhecimento”.

Satisfeito por receber o investimento brasileiro, o presidente da Câmara Municipal de Évora disse ser este o “momento de esquecer os que teimam permanecer na postura de Velhos do Restelo”. Abrindo a “janela do futuro”, o autarca alentejano apontou o “caminho do sucesso”, que passa, além da indústria aeronáutica, por uma estação na ligação ferroviária de alta velocidade entre Lisboa e Madrid, pela Universidade e pelo turismo de qualidade.

“O resultado disto tudo é o sucesso e a excelência”, afirmou José Ernesto Oliveira, no “início de uma grande viagem” que torna Évora na “capital da indústria aeronáutica” em Portugal.

A autarquia vai disponibilizar à empresa brasileira terrenos a custos reduzidos, redução nas taxas e impostos municipais e facilidade nas infra-estruturas. Além de outros investimentos ligados ao sector aeronáutico, nomeadamente numa unidade de helicópteros, para a cidade alentejana está também previsto um outro projecto para a construção de aviões, o Skylander, promovido pelo grupo francês GECI Internacional.

O projecto do Skylander, da responsabilidade da Sky Aircraft Industries, criada pela GECI em parceria com investidores portugueses, envolve um investimento de mais de 100 milhões de euros, incluindo a construção de uma fábrica também na zona do aeródromo municipal de Évora.

A Sky Aircraft Industries prevê produzir 1.100 aviões, entre 2011 e 2027, estando o voo do primeiro protótipo previsto para finais de 2009. O projecto, que já reúne mais de 400 promessas de compra, muitas delas para o Dubai, prevê criar 3.000 postos de trabalho, 900 directos e os restantes indirectos.
 

publicado por EOL às 07:00
novo blogue de desabafos diários, informação, desporto, cultura e politica

não deixem de passar por esta afamada rua

http://ruadosenforcados.blogspot.com/
enforcadinho a 6 de Agosto de 2008 às 19:26
Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos
2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
"Emigração" é já hoje a palavra de ordem... Infeli...
Agradece-se publicidade ou colaboração na divulgaç...
Sem demérito para a citada, informo que a D. Ferna...
blogs SAPO