Todos os dias a cidade tem novidades. Sonhos e acções que devem ser contados. Um serviço para Sapo.pt
06 de Fevereiro de 2008

Rota de Sabores Tradicionais

 

Porco é “Rei” em Évora

 

A Rota de Sabores Tradicionais, que este ano vai na sua quinta edição, entrou no segundo mês que, como é hábito, é dedicado ao Porco. Desta forma, nos próximos dias quem visitar os restaurantes aderentes terão a oportunidade de escolher no menu um leque variado de iguarias confeccionadas a partir de um dos elementos mais representativos da economia agrária alentejana.

Dado o seu total aproveitamento, a confecção do Porco permite um sem número de iguarias, pormenor único no seio da gastronomia tradicional, que pode variar entre os “pezinhos”, a “orelha”, “os lombinhos” ou até mesmo a feijoada. É, sem sombra de dúvida, um manancial considerável de especialidades que poderão ser degustadas nos restaurantes do concelho de Évora presentes na Rota de Sabores Tradicionais e que a mestria e o conhecimento dos “artesãos da cozinha” aprimorou ao longo dos tempos. Para além do prazer para os comensais, a Rota de Sabores Tradicionais tem prevista, na perspectiva cultural, a realização no final deste mês de uma visita técnica a uma exploração de porco alentejano, uma oportunidade excelente para se tomar contacto com a realidade da criação e do aproveitamento industrial desta espécie. Entretanto, no passado dia 26 de Janeiro, teve lugar no Hotel D. Fernando a cerimónia oficial de lançamento da Rota de Sabores Tradicionais, uma iniciativa da Câmara Municipal de Évora, e que contou com a presença de quarto ilustres chefes de cozinha, nomeadamente Hélio Loureiro, Leonel Pereira, Luís Baena, José Júlio Vintém, que assim tiveram a oportunidade de contactar com os “chefes” alentejanos presentes na cerimónia. A Rota de Sabores Tradicionais de Évora conta este ano com a colaboração, para além dos já habituais parceiros, do movimento Slow Food – Convívio de Évora. Surgida em Itália em 1986, em resposta aos efeitos “fast food” e ao ritmo frenético da “fast life”, que, sob a máscara da eficiência, corrói a nossa herança gastronómica (que cruza tempo e espaço), homogeneizando o gosto, a Slow Food defende que o combate ao frenesim da vida rápida comece à mesa, através de prazeres lentos. Desta forma, o “Slow Food” e o património gastronómico alentejano casam na perfeição, encetando esforços no sentido de manter intactas todas as características da “nossa mesa”. Para a edição deste ano da Rota de Sabores Tradicionais, a Câmara Municipal de Évora conta com a participação dos seguintes restaurantes e pastelarias, designadamente: Adega do Alentejano, Adeguita do Farrobo, O Antão, O Aqueduto, A Baiuca, Belver Monte do Carmo Hotel rural, Café Alentejo, Cerca Nova (Hotel da Cartuxa), O Chico, A Choupana, Cocheira Real, Cozinha S.to Humberto, Divinus (Convento do Espinheiro, Heritage Hotel & Spa), Divor, Dom Joaquim, Faísca, Fialho, O Garfo, Giraldo, O Grémio, Luar de Janeiro, Medieval, Molhóbico, Mr. Pickwick, O Moinho, A Muralha, Pousada dos Lóios, Prova e Sorri, O Ricardo, S. Brás (Hotel D. Fernando), S. Luís, Sol Poente (Évorahotel), Taverna, Time-Out, Vauban, Vinho e Noz, Conventual, Pão de Rala.

 

publicado por EOL às 16:51
Fevereiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
arquivos
2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
"Emigração" é já hoje a palavra de ordem... Infeli...
Agradece-se publicidade ou colaboração na divulgaç...
Sem demérito para a citada, informo que a D. Ferna...
blogs SAPO