Todos os dias a cidade tem novidades. Sonhos e acções que devem ser contados. Um serviço para Sapo.pt
11 de Abril de 2008

coro universidade extremadura.jpg

Escolania do C.jpg

COOPERAÇÃO MUSICAL ALENTEJO-EXTREMADURA

Professores do CREV e Coros de Badajoz e Cáceres O Conservatório Regional de Évora – Eborae Mvsica continua, no Convento dos Remédios, nos dias 11, 12 e 13 de Abril, a XI Semana da Porta Aberta - Encontro de Jovens Intérpretes do Alentejo e da Extremadura. O concerto dos Professores do CREV-Eborae Mvsica, o Coro “Escolania” do Conservatório de Badajoz e o Coro de Câmara da Universidade da Extremadura, Cáceres, completam esta semana de intensa actividade de cooperação. Programa: Dia 11, 10h30 - Actividades com crianças dos Jardins de Infância no âmbito do "Projecto de Sensibilização para a Música"- Crianças do Externato de D. Maria Dia 11, às 18h00 – CREV: Orquestra Orff, direcção de Carla Ramalho e Aula Aberta do Ensemble de Clarinetes, direcção de Rui Travasso. Dia 11, às 21h30 – Concerto pelos Professores do CREV – Eborae Mvsica: M. Glinka – Sonata para viola e piano em ré menor, 1.º andamento. Allegro Moderato, por Bruno Correia, Viola-d’arco e Ana Filipa Luz, Piano; Edvard Grieg/Adolph Ruthardt – Peer Gynt, suite n.º 1, por Ana Paula Travasso, Piano e Tito Gonçalves, Piano; D. Shostakovich – Três Duos de violino com acompanhamento de Piano – I Prelúdio (Molto Moderato); II Gavotte e III Waltzes, por Luís Rufo e Susana Nogueira, Violino e Ana Filipa Luz, Piano; Louis Cahuzac: Arlequim, por Rui Travasso e Arthur Honnegger: Intrada, por Artur Barroso, Trompete e Ana F. Luz, Piano. Dia 12, às 18h30 - Coro “Escolania” do Conservatório de Badajoz , direcção de Alonso Gomez. Programa: Música e Infância - .Salve Regina. Gregoriano; Congaudeant Catholici. C. Calixtinus; Cantiga de Santa María. Arr. Ricardo R.; Vanitas. Sweelinck; Canon húngaro. Anónimo; Szello zug. L. Bardos; Ne lattalak Volna. B. Bartok; Ave María. J. A. Pedrosa; Pater Noster. Xavier S.; .-Nesta Noite. Pop. Arr. Julio D.; La Zorra. Pop extremeña, de José A. Galindo; The Child. Bob. C; Kyrie (jazz) Bob. C e Can you hear me? Bob. C. Director: Alonso Gómez Gallego, Pianista acompanhante: Jesús Muela Gallardo. Patrocínio de InDiCCEx, colaboração de Eborae-Mvsica, Junta de Extremadura e Diputación de Badajoz. Historial do Coro: A “Escolania” do Conservatório de Badajoz foi criada em 1985 por iniciativa do seu director D. Joaquín Fernández Picón. Com ele obteve um importante reconhecimento assim com se consolidou, concretizando o objectivo de formar cantores que posteriormente passaram a fazer parte do Coro. Desde 2001 é dirigido por D. Alonso Gómez Gallego como parte do Coro do Conservatório de Badajoz. Por aqui passaram cantores como Carmen Solís e outros grandes cantores. Hoje a Escolania integra 25 cantores que participam nos Concertos e outras actividades onde se destaca nos últimos anos actuações sobre temas monográficos. Obteve vários prémios em Concursos e em apresentações públicas. Integra o Projecto Exrtremadura e a Sua Música. Dia 13, às 18h00 – Coro de Câmara da Universidade da Extremadura, de Cáceres, direcção de F. Rodilla Léon. Concerto de Música Sacra. Programa: Virgo Dei de J. A. Donostia; In monte Olivetti de I. Prieto; Adoramus te Christe de L. Celaya; Christus factus est deV. Goicoechea; Alma Redemptoris Materde P. Griesbacher; Abendlied de J. Rheinberger; Ave Maris stella de E. Grieg; Ave Maria (Angelus Domini) de F. Biebl; Tota pulcra de M. Duruflé; Ige Herouvimy de D. Bortniansky; De S. Rachamaninov: Blagoslovi Duche moya; Tebe poyem; Slava vm vishnij bogu e Bogoroditsie Dievo. O Coro da Universidade da Extremadura foi fundado em 1974 por Carmen Pérez-Coca e Sánchez-Matas, a sua primeira directora até 1986. O Coro depende do Vice-reitorado desta Universidade e tem tido uma actividade permanente tendo chegado a ser um dos Coros Universitários mais consolidado de Espanha. Para além de participar activamente nas actividades oficiais da Universidade desenvolve um grande trabalho de difusão da Música coral, com especial destaque para os autores extremenhos que integram o Património Musical desta região: Juan Vázquez, Fernando Franco, Juan Esquivel de Barahona, Fr. Manuel del Pilar, Fr. Melchor de Montemayor, Fr. Domingo de Santiago, Fr. Blas de San José, Manuel García Matos, Carmen Pérez-Coca, Francisco García Muñoz, Juan Pérez Ribes, Juan Alfonso García, Alicia Terrón Bautista, Manuel Seco de Arpe, entre outros. Tem obtido prémios em festivais nacionais e internacionais e actualmente é dirigido por HYPERLINK "http://www.corouex.com/quienessomos/director.htm" \nFrancisco Rodilla León. Organização: Associação Eborae Mvsica que é uma Estrutura financiada pelo Ministério da Cultura, Direcção Geral das Artes, Direcção Regional da Cultura do Alentejo. Apoio: Câmara Municipal de Évora, Direcção Regional de Educação do Alentejo, Rádio Diana e Diário do Sul. É co-financiado pela União Europeia através do FEDER, no âmbito do Programa de Cooperação Transfronteiriça, Espanha - Portugal, 2007-2013.

publicado por EOL às 15:33
Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
16
17
19
20
22
24
26
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos
2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
"Emigração" é já hoje a palavra de ordem... Infeli...
Agradece-se publicidade ou colaboração na divulgaç...
Sem demérito para a citada, informo que a D. Ferna...
blogs SAPO